segunda-feira, 6 de maio de 2013

Estamos vivos

Oi!!! Tô viva:)
Passei pra contar as novas. 
Comecei a francisação em tempo integral  dia 1. Por enquanto, não deu pra avaliar direito e formar uma opinião, por causa do curto período de tempo, mas posso dizer que a turma é bem heterogênea, dos mais diversos países, sendo, em sua grande maioria, os de língua espanhola, na minha sala uns 60%. Temos 2 professores, uma que fica conosco durante 4 horas, que enfoca a gramática, escrita, etc, e, outro, que é chamado de animateur e que foca mais a fala, atividades culturais, uma aula mais dinâmica. A profa. estou achando sem sal e sem açúcar e meio devagar, mas vamos ver se isso mudará, meus colegas são da mesma opinião. Já o prof. é bem legal, e a aula é mais animada, passa mais rápido e sem sono.
Os dias estão belíssimos!! Acima de 20 graus, céu azul e limpo, as folhas brotando nas árvores e as flores nos jardins!!! Um espetáculo! Demorou, mas a neve foi vencida!
Tenho saído da aula e ido pros parques, porque é muito desperdício ficar em casa com tudo isso lá fora, além de segurança, paz, ciclovias, parques....
Ontem, eu e meu marido fomo até o parque Jean Drapeau de bicicleta. Fomos pela ciclovia do Canal Lachine, passamos pelo Habitat 67 e seguimos até o Parque. Vista linda, dia perfeito! (Fotinha ao lado)
Mon mari está a cada dia mais adaptado ao trabalho. Na sexta, da 3, fez um mês que começou. Está gostando bastante!
Voltamos na Ikea e compramos os móveis que queríamos, ainda faltam várias coisas (sofá, tapete, TV, rack...), mas são menos essenciais e vamos adquiri-las mais lentamente e, com o tempo, tudo vai ficando arrumado e as coisa tendo seu devido lugar.
Estou gostando muito da casa que moramos e adoro a rua e o bairro!
Esta semana devemos receber nossa carte da Assurance Maladie.
Montreal é linda, com neve ou sol. Adoro!!! E estou aproveitando bastante!
Mas, não vou mentir, não é fácil imigrar, mesmo com tudo o que o Canadá, Québec e Montréal oferecem. A adaptação ao idioma é difícil (pior, pq eu não tenho o inglês), sentimos falta de alguns ingredientes brasileiros, de alguns produtos, da família, amigos, do conhecimento territorial e legal que tínhamos. Também não é fácil retornar a sala de aula pra aprender a falar, ler e escrever. Ficar desempregada, meio  perdida. Mas, tudo tem valido a pena, até agora.
Ninguém disse que seria fácil, mas a dor é superada pelo prazer e a pela paz de aqui estar.

Au revoir!

14 comentários:

  1. Muita força , garra e fé para vcs. Acabo de descobrir o blog. Adorando ler os posts e torcendo muito por vcs.

    Thaisa-Rio

    ResponderExcluir
  2. Oi Apoema!!

    Soh agora eu vi que vc me respondeu no ultimo post.
    Acabei "inaugurando" meu assurance maladie agora em Abril / Maio. FOi usado uma vez e, vamos dizer, foi BEM utilizado...rs 7 dias internada e 1 cirurgia depois, tbm estou viva rs

    Como esta a casa? Essa foi a parte que eu achei mais gostoso. De montar tudo, deixar com a sua cara.

    Que legal essa historia desse casal que mora em Laval, nos estamos aqui sim e adorando =)

    Ate hj ainda acho dificil essa adaptacao com relacao ao idioma, mas vai melhorando, aos pouquinhos. O segredo eh ter paciencia neh?!

    Qq coisa que vc precisar, que a gente possa ajudar me avisa. Nao sei se aparece meu email ai pra vc qnd eu comento. Se nao aparecer me avisa que eu vejo uma forma de postar aqui sem publicar.

    BJos,
    Paty

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, não aparece seu e-mail:( Minha casa está com coisas faltando, mas o principal temos, montamos cômoda, cama, etc. Acho uma delícia comprar as coisas, mas, ao mesmo tempo sofro por ter que gastar com isso, por não poder comprar tudo junto e combinando, essas coisinhas de mulher.
      Estou morrendo de vontade conhecer Laval! Precisamos combinar!!!
      Obrigado pela disponibilidade!
      Meu e-mail é ntgamoreira@gmail.com
      Beijooooooooooooooooooooooooooooooooo

      Excluir
    2. Ah, desculpe! O que aconteceu que vc teve que ser operada? Está tudo bem, agora? Boa recuperação!!!

      Excluir
    3. Apoema, te mandei um email!
      bjs!

      Excluir
  3. Que bom que tudo está correndo bem!
    Estamos no quinto mês de federal e esperamos logo poder ter essas experiencias :)

    Idioma é sempre algo complicado, vou começar a me dedicar novamente a ele mesmo sem muito tempo disponível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa sorte Igor! Paciência!!!Espero que o processo de vcs seja mais rápido que o nosso. Abraço!

      Excluir
  4. se com 1 pessoa trabalhando da paara vc se dedicar aos estudos, FAÇA-O de corpo e alma. O Fr é cheio de nuances e de pequenas reginhas (acho que ha mais exceçoes do que regra nessa lingua!) e é fundamental dominar (ou ao menos nao cometer gafes ao estilo *nois vai*). Estou desde 2007, nao fiz francisaçao, estou inserida no mercado e ainda assim continuo aprendendo fr ... acho que nao deixaremos de aprender nunca

    ResponderExcluir
  5. Natalia salut! Tu parles en comprendant très bien en français! Bravo! Bien sûr, tu communiqueras mieux avec le temps! Tu est une très gentile, amicale et sympathique. à bientôt!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Merci beaucoup! C'est ce que j'espère!

      Excluir
  6. Me deu aquele "friozinho" na barriga de lembrar tudo que passei no primeiro ano, eu tinha medo até de atender o telefone, e meu inglês era considerado High intermediate no Brasil, aqui fui classificada com inglês básico e olhe lá... Aos poucos tudo se ajeita, o primeiro ano é o teste de sobrevivência, e claro, cada inverno testa a gente, já passei pelo terceiro inverno e sempre xingo muito por que nào gosto mesmo, mas vc falou tudo na última frase, a paz que se tem aqui compensa tudo! Quando sentir saudade, chore, ligue, desabafe, ela não diminui mas a gente acostuma com ela, meus maiores obstáculos foram esses, saudade, frio e a lingua, mas como falei, tudo melhora, dê tempo ao tempo! Um abraço e Bonne Chance!

    ResponderExcluir
  7. Desculpa, acabei escrevendo com o perfil da Smart choice, sou eu Adriana do Olha nós aqui rsrsrsrs beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, querida!
      Seu comentário me dá esperança:) Tenho medo até de fazer o bénévole e pagar mico, não conseguir...Meu marido me fala que é pra eu parar de frescura pq eu já estou me comunicando melhor, eu até concordo, mas não sei se o suficiente pra me meter a atender, falar, ajudar pessoas... Hj me inscrevi em alguns eventos, quem sabe algum me recruta:) Medo tenho. Espero que um dia, eu olhe pra trás e ria muito disso.Bj

      Excluir